ALGUNS TENTARAM DIVULGAR A VERDADE E FORAM SILENCIADOS.NÓS CHEGAMOS DISPOSTOS A DENUNCIAR, SEM MEDO,O NEPOTISMO,O TRÁFICO DE INFLUÊNCIAS, O MERCENARISMO E O TERRORISMO CORRUPTO QUE A COMUNICAÇÃO SOCIAL, EM ESPECIAL A DESPORTIVA, NÃO TEM A CORAGEM DE ASSUMIR.

DIVULGA www.pulpuscorruptus.blogspot.com EM PROL DA VERDADE E COMBATE À CORRUPÇÃO!

E-Mail: pulpuscorruptus69@gmail.com

sábado, 27 de fevereiro de 2016

(Grunhos, Chulos & Mafiosos) A MÁFIA DA PALERMO PORTUGUESA (159)

Os Grunhos e Nazis Andrades

João Santos disse,
Já levo muitos anos disto. Admitamos. O futebol é um mundo cão. E os ciclos de poder alternam-se. Se dominámos os "meandros" durante uns 10, 15 anos, fomos comidos durante muito mais anos. Mas muito muito mais! O poder naturalmente instituido será sempre o do Benfica. A unica forma do Porto reverter isto (e o Sporting também), é uma postura de guerra, de união das tropas contra o inimigo comum. É um presidente incendiário (mas com mais classe do que o Bruninho Carvalho), é alguem colocar sob maxima pressao todos os arbitros e adversarios que aqui venham.
É pouco etico? É! Mas acreditem que é a unica forma de batalhar contra isto. Não ha outra forma, senao sermos MAUS rapazes. É tornar o clima tão irrespiravel que os arbitros tenham medo de ficar com a tibia quebrada, sempre que prejudicarem o Porto.

É fazê-los tremer! Infelizmente, só nos respeitarão pelo MEDO!
Como eu em tempos fiz, espero que os jovens portistas, deixem de ser tão acomodados e instalem um clima como no passado existia, sempre que nos atacavam desavergonhadamente. Jornalistas, alfacinhas, arbitros SAO O INIMIGO! Para cima deles. Esta seria a principal conquista para começar já a preparação da proxima epoca.

Soren disse...
O clube do ex-presidente presidiário e do presidente ex-presidiário soma e segue.
E porquê? Primeiro porque roubar está na sua génese e na sua forma de ganhar, não conhecem outra e eles próprios mentem a si mesmos para não encarar a realidade. Depois porque a comunicação social vive da cultura fascista que grassa no país. Tudo é manietado, a informação toda deturpada, tudo o que for transgressão desse clube vermelho é desculpado.

"Estamos do mesmo lado"? Só se estiver a direcção, eu não estou nem nunca estarei do lado de quem representa o atraso civilizacional do meu país.
O Benfica é o maior cancro de Portugal e forma a mentalidade mesquinha, fascista e corrupta de uma grande parte do povo.
Enquanto a comunicação social estiver em sintonia com este esgoto intelectual, o desporto não têm salvação. Quem quiser ganhar neste ambiente, terá que lutar sempre com armas desiguais e terá que sofrer sempre muito mais e ser mil vezes melhor que "eles", os protegidos da nação fascista com tiques de novo rico.

Os Grunhos e Mafiosos SUPER DRAGÕES
O líder da claque Super Dragões, Fernando Madureira, esteve na noite da passada segunda-feira na Taberna da Esquiça, em Fafe, do pai do árbitro Jorge Ferreira, que digeriu o Paços de Ferreira – Benfica no passado sábado. Em declarações à Fafe TV, Armindo Ferreira contou o sucedido.

«Eles falaram o que lhes apeteceu e passado um quarto de hora chegou a GNR. Escreveram no livro de reclamações aquilo que lhes apeteceu, ainda nem li nem me interessa, não cometi falha nenhuma, mas que estava com medo estava, estavam com cara de me fazer mal. E depois vim a saber que faziam parte da claque do FC Porto. Não percebo porque pediram o livro de reclamações por não lhes servir o jantar às 21.30 horas, porque a cozinha fecha a essa hora», disse o pai de Jorge Ferreira.

Armindo acrescenta que, seguramente, tudo se deveu à polémica do jogo entre o Paços e o Benfica, sobretudo na grande penalidade assinalada sobre Jonas. «Com certeza que isto teve a ver com o meu filho, mas eu não tenho culpa que o meu filho seja arbitro. Acho que as pessoas deviam ter um pouco de consciência porque futebol é futebol e vida é vida. Não vamos misturar a tasquinha do pai com o filho árbitro», concluiu.

A verdadeira História do Carrillo
O Empresário Pina Zahavi emprestou 2 milhões ao Sporting para comprar Carrillo. O passe de Carrillo pertencia a:
45 % Pina Zahavi
10% Aliança Lima
45% Sporting

Carrillo ganhava 300.000 mil euros/ano no Sporting. Perante uma necessidade que teve solicitou adiantamento ao Sporting. A Vuvuzela de Carvalho recusou e o jogador teve que solicitar ajuda a Pina Zahavi. Iniciou o mal estar.

Verão de 2015: o Leicester oferece 15 Milhões ao Sporting pelo Carrillo.
BC afirma que Carrilo recusou... ALDRABÃO!
Bruno de Carvalho aceita a oferta do Leicester inicialmente e recusa de seguida.

Começa a engendrar um plano para ludibriar Pina Zahavi, Elio Casareto, o jogador e as Finanças e Segurança Social Portuguesas.

BC tenta negociar Carrillo através de um escritório de Advogados da Madeira á margem das finanças do seu clube.

Bruno de Carvalho coloca a circular que ofereceu um grande contrato a Carrillo e esquece de referir que propôs o pagamento do salário de Carrillo da seguinte forma:

Salário: 1,5 milhões/ano Liquido
80% pagos por offshore (Sobrinho???) = 1,2 Milhões
5% em direitos de imagem = 75.000 Euros
15% pagos em salário Oficial em Portugal = 225.000 Euros/ano
Nota: Este caso deveria ser investigado pelas autoridades Portuguesas pois consubstancia uma fraude á Segurança Social e às Finanças.

Carrillo recusa aceitar esta forma de pagamento que o colocava numa situação precária e em caso de assinatura ficava, apenas com a garantia de receber 225+75= 300.000 Euros/ano, pois o salário Off-Shore não é reconhecido e em caso de litígio o jogador não poderia reivindicar direitos sobre os 1,5 Milhões e apenas sobre os 300.000.

Perante a recusa do jogador e empresário em receber o salário da forma proposta a Bruno coloca um Processo Disciplinar ao jogador e impede-o de treinar e jogar.
O empresário fica quase em permanência em Portugal nessa altura e desde Outubro até esta data que BC nunca mais o contacta.

Final: Carrillo assina pelo Benfica
Sporting perde a sua parte da transferência de 15 Milhões.
A Vuvuzela de Carvalho passa a incitar os adeptos lagartos contra Carrillo.
Perante necessidades financeiras urgentes vende Montero por 5 Milhões quando este tinha uma clausula de 60M. Não vende Téo porque JJ faz finca pé e recusa a sua saída.

A Vuvuzela continua a aldrabar os adeptos lagartos que, cegos por estarem em primeiro lugar ao fim de quase um século, vão aceitando todas as ALDRABICES que este lhes impinge.

Aldrabão Bruno de Carvalho reconhece que telefonema não existiu
Presidente do Sporting revelou que tudo não passou de “ironia”.
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, confirmou que o célebre telefonema de Luís Filipe Vieira sobre as “nomeações” dos árbitros afinal nunca existiu.

Em entrevista à RTP, o líder do Benfica acusou o seu homólogo dos leões de ser “mentiroso”, por ter contado aos jornalistas, a dado momento da época, um alegado telefonema entre os dois, no qual Vieira lhe teria dito que o principal reforço dos encarnados eram “as nomeações”. Um telefonema que, segundo Vieira, não existiu.

Em conferência de imprensa, Bruno de Carvalho desvalorizou a polémica. “Fui questionado sobre o presidente do Benfica, que teria dito que, num telefonema, me teria dito que já tinha os pontos suficientes para não descer de divisão. Foi esta a pergunta que me fizeram. Eu disse que no mesmo telefonema nós estivemos a conversar e ele contou-me que depois de gastar uns milhões valentes na equipa, o melhor reforço foi um jogador chamado “nomeações sem sentido”. Se pegar nisto tudo, no primeiro telefonema que ele me teria feito, e a segunda parte do mesmo, poderá perceber que ironizámos os dois”, justificou Bruno de Carvalho, citado pelo jornal A Bola.

A Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga de Clubes arquivou o inquérito aberto ao presidente do Benfica, na sequência de acusações do seu homólogo do Sporting.
A 14 de Fevereiro, Bruno de Carvalho acusou Luís Filipe Vieira de querer ser "o futuro papa do futebol português" e que o dirigente encarnado tentou fazer uma aliança consigo na Liga, para que as duas equipas fossem "alternando as vitórias no campeonato".
A CII, que abriu um inquérito para verificar "quaisquer procedimentos ilícitos de condicionamento ou viciação dos resultados desportivos na Primeira Liga", considera agora que "não se demonstrou, para além de qualquer dúvida razoável, a prática de ilícito disciplinar".
Contudo, no seu depoimento, Bruno de Carvalho disse nada conhecer relativamente a práticas de viciação dos resultados desportivos, até porque não houve qualquer queixa de Luís Filipe Vieira.

Aldrabices Lagartas e o BES
“A Auditoria Especial WB2 da consultora Deloitte ao BES Angola não deixa dúvidas. (...). A análise da Deloitte nota a ausência de mecanismos de controlo do BES quanto a várias movimentações financeiras do BESA, como as operações a débito de cinco transferências a favor da Sporting SAD. Em 2011, o BESA transferiu 7 milhões de euros para a SAD do clube de Alvalade e o banco central manifestou dúvidas quanto a irregularidades no preenchimento das operações. Contudo, os pedidos de esclarecimento interpostos pelo departamento de compliance do BES nunca tiveram resposta. Em 2012, o BESA voltou a destinar milhões para a SAD sportinguista: desta vez, 6,7 milhões de euros transferidos em seis movimentos.
in Sabado

Alcochete É dos BANCOS
A Academia Sporting, situada em Alcochete, é actualmente propriedade do Banco Comercial Português e o clube celebrou um contrato de locação financeira no valor de 13,3 milhões de euros, que está a pagar em 20 anos, segundo o contrato divulgado esta quarta-feira pelo Football Leaks.

As 240 rendas implicam o pagamento mensal de 61 mil euros pelo Sporting, o que significa que no final do contrato tenha despendido mais de um milhão de euros em juros. O Sporting possui o direito de opção de compra antecipado, mas pode ficar proprietário da Academia no fim do prazo, contra o pagamento do valor residual previsto pelo contrato: cerca de 268 mil euros.

Este acordo com o BCP, com data de 28 de Novembro de 2014 e mencionado no relatório e contas da SAD (2015), foi celebrado na sequência de outros, feitos para a construção da Academia. O primeiro era de 29 de Dezembro de 2000 e previa a liquidação em 15 anos, mas dois anos depois houve um reforço, fixado em 9,9 milhões, pelo prazo de 194 meses. 

Face às dificuldades de pagamento, o Sporting CP pediu a rescisão desse contrato, disponibilizou a Academia ao banco, conseguiu a anulação parcial das rendas entre Agosto e Novembro de 2014, e assinou o acordo que se encontra em vigor de 2015 a 2035.

Bruno de Carvalho, um activo tóxico.
Confrontado com a notícia d'O JOGO, dando conta de que Jorge Mendes adiantou 10 milhões de euros ao Sporting na sequência da derrota leonina no caso Doyen, João Paiva dos Santos não poupa nas críticas a Bruno de Carvalho. "Deriva do facto deste senhor ter criado na sua mente um mundo muito próprio e agindo tal qual um ditador reles de país asiático. Criou as suas regras, defendido por um exército 'facebookiano' de crianças que defendem todos os disparates", começou por dizer numa entrevista difundida pela Rádio Renascença.

"Criou guerras com toda a gente: com empresários, com clubes, com outros presidentes. E agora, pelos vistos, por muita razão que tenha contra os fundos, ao rasgar os contratos com a Doyen vai ter de dar a mão a um empresário. O pior é que estas brincadeiras deste menino birrento levam o clube a ficar refém de situações que ele próprio não controla. No meio disto temos ativos, que poderiam ser valorizados, que ficam na mão do empresário em vez de ficarem na mão do clube", disse ainda, mostrando-se ainda preocupado com o que acontecerá nos processos com a Somague e Labyad. "Devo alertar os outros sportinguistas que está na altura de abrir os olhos. E o problema agora é quanto ao que vai acontecer financeiramente ao Sporting. Vamos ficar sem dinheiro ou vamos ficar reféns?", concluiu.

Mais Críticas
Rui Barreiro, conselheiro leonino que tem mostrado algum desagrado com a liderança de Bruno de Carvalho à frente do Sporting, explicou à RTP as razões pelas quais tem estado em desacordo com as posições do dirigente leonino.

"O sucessivo belicismo no rasgar de contratos e compromissos não honra o Sporting. O estilo de liderança de Bruno de Carvalho, que está escrito em alguns manuais, é um estilo de afronta permanente, que não é o meu", confessou o antigo presidente da Câmara Municipal de Santarém.

Barreiro lamenta que Bruno de Carvalho o tenha definido como algo dentro do clube e acha estranho que se tenha marcado uma assembleia-geral apenas para abordar as suas declarações: "O presidente escolheu como inimigo alguém internamente, como tem externamente. Tenho alguns compromissos assumidos para esse dia [da assembleia] , mas assim que tenha condições irei. Mas acho um exagero marcar uma assembleia geral para responder a declarações de um associado, mas isso enquadra-se no comportamento do presidente."

O antigo secretário de Estado de José Sócrates não afasta a hipótese de se candidatar à presidência dos leões no próximo ano. "Não ponderei essa possibilidade, mas haverá certamente alguns sportinguistas disponíveis. Não ponho de parte, mas ainda é cedo."

Claques leoninas deram um aperto a responsáveis do BCP e Novo Banco
“Elementos das claques leoninas estavam à entrada da reunião em Alvalade no dia 8.
De cara tapada, mostraram aos representantes do Novo Banco e do BCP que a coisa podia não correr bem se as instituições não adiassem por 10 anos o empréstimo de 55 milhões à SAD
realizado através dos Valores Mobiliários Convertíveis em Ações (VMOC).

Se cá fora o ambiente era tenso, lá dentro Bruno de Carvalho exaltou-se com a representante do BCP, mas os gritos não foram ouvidos.
O banco tinha na retaguarda um gabinete de crise no Taguspark e era de lá que vinham as instruções."
Miguel Alexandre Ganhão, in Correio da Manhã

As Mentiras de Bruno Carvalho
"As Mentiras de Bruno Carvalho:
1. “Para o Sporting era importante perceber como se iriam posicionar o Benfica e  Porto. A minha estratégia foi esperar para ver o que acontecia e, depois, a partir daí, fazer valer a dimensão do Sporting”, garantindo que os 515M vão terminar, na totalidade nos cofres da SAD:
“O mercado reconhece a grandeza, credibilidade e solidez do projeto do Sporting. Este dinheiro é cash”.
O dos outros não é cash, é dinheiro de Monopólio.

Mas é o próprio CEO da NOS que o expõe ao ridículo quando afirma publicamente ao lado do presidente do Benfica que estava em negociação para contratos semelhantes com Porto e Sporting.

2. É mentira que o contrato com a NOS seja de 515M quando se sabe que é de 446M, misturando alhos com bugalhos, já que 69M são referentes ao contrato feito em 2008 com a PPTV que ainda está em vigor até 30/6/2018.

3. “Fomos os primeiros a falar na centralização”. Mentira! Já se fala na centralização há muitos anos. Inclusivamente foi feito um grupo de trabalho há anos liderado por DSO para analisar essa possibilidade.

4. É mentira quando diz que o Benfica ganhou o prémio da melhor academia do mundo graças às votações online. Nada mais falso.

5. Colocou as culpas do fracasso da centralização em Pedro Proença quando se sabe que este é o menos culpado, foi colocado lá por BC e Porto, facto que constituiu um fracasso total. “O Pedro errou e muito”, diz ele com muita lata.

6. Perdeu o Caso Doyen em toda a linha no TAS tendo de pagar mais do que teria se não tivesse rasgado um contrato válido e feito de boa fé. Proibe a publicação do Acordão porque iria ficar mal na fotografia?
“Ainda não aconteceu nada no caso Doyen, a não ser uma primeira decisão do TAS. Estamos a trabalhar no recurso e não temos dúvida de que no mínimo há situações previstas na lei cível e na lei desportiva que tiram a validade ao contrato com a Doyen”.

Continua a dizer que vai ganhar o recurso quando, “não se afigura possibilidade de recurso do Sporting para o tribunal federal suíço (única entidade passível de receber um recurso do TAS). O recurso das decisões emanadas pelo TAS somente é possível com base:
1) Em violação de ordem pública (que não se verificou);
2) Na questão da jurisdição (o TAS é a entidade competente para decidir os seus diferendos);
3) Em vício de processo aquando do decurso do mesmo no TAS (o que dificilmente se terá verificado, face à importância e implicações do processo).”
Em mais um documento revelado pelo Football Leaks, é possível verificar o parecer legal de um advogado suíço, Edgar Philippin, o qual dá total razão à Doyen no caso Rojo.
Para este especialista em direito do desporto, o acordo entre a Doyen e o Sporting aquando da transferência de Rojo para Alvalade é válido à luz da lei suíça, não existem bases para a anulação do acordo e, por último, este acordo não foi legalmente terminado pelo Sporting.

7. Em 24/4/2012 aos adeptos:
“Tenho um grupo de investidores norte-americanos que querem investir 70 milhões de dólares e a confirmação dos 50 milhões de euros russos. Se isto for para a frente, que Deus nos ajude”, dramatizou, acenando com o perigo de “falência” e considerando “vital votar não”.

8. "A reestruturação financeira não é mérito de Bruno de Carvalho, mas de uma equipa liderada por Guilherme Pinheiro, da KPMG, que o preparou a convite de Godinho Lopes e que agora passou a administrador da SAD com BC", disse João Pedro Paiva dos Santos, para quem BC"não tinha necessidade de ficar com os louros da reestruturação financeira".

Avança com a ideia de que a reestruturação financeira, que a atual direção "não queria aceitar porque tinha outras ideias e foi forçada a fazê-lo", foi fechada "muito antes da Assembleia Geral de 30 de junho" último e que poderia ter sido "aprovada muito antes desta data".
"Como é que alguém, três meses depois de assumir funções, sem ter, pelo que diz, nenhuma informação, a não ser uns meros papéis, pode perceber a realidade do clube, preparar um plano de reestruturação financeira e negociar com a Banca, por melhor gestor que seja?"

9. Sobre Carrilho, “Se não tivesse existido o Sporting na sua vida possivelmente nem jogaria futebol, estaria a jogar numa rua qualquer do Perú e talvez ninguém o conhecesse,… fizemo-lo crescer, educámo-lo, vestimo-lo, alimentámo-lo...”
Carrillo é jogador de selecção por isso o scouting do Sporting o foi buscar. O presidente do sindicato dos jogadores do Peru já lhe respondeu.

10. Numa entrevista à RTP3 nega que tenha chamado “corrupto” aos árbitros, que colocaram isso nos relatórios. No entanto nas imagens da TV percebe-se perfeitamente que diz ao fiscal de linha, “Vocês são uns corruptos”. Não é preciso ser-se especialista em linguagem labial.

11. Bruno Carvalho Mentiroso!
Há pouco mais de dois anos, Bruno C. disse que "as comissões só fazem sentido ao vender jogadores e não ao contratar e, atenção, não devem valer mais de 10% do negócio". Apontando isso como um dos erros graves cometidos por Godinho Lopes, que logo no primeiro ano como presidente, gastou quase 11 milhões em comissões. Tecendo depois críticas sobre os rivais e o modo como erradamente alimentam esse capítulo do negócio chamado futebol.
Afinal faz o mesmo pela calada.

Sporting pagou comissões sobre 7M€ mas só anunciou 5.
A transferência de Fredy Montero para o Tianjin Teda está a levantar dúvidas quanto ao montante da transacção efectuado pelo clube chinês para garantir os direitos desportivos do avançado colombiano junto do Sporting.
Segundo escreve esta quinta-feira o jornal Correio da Manhã, o Sporting aceitou uma proposta de sete milhões de euros do Tianjin Teda para libertar Fredy Montero, mas apenas foram declarou 5 milhões de euros à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
De acordo com o referido diário, a proposta apresentada pelo clube chinês para adquirir 70 por cento do passe de Montero foi de sete milhões de euros, e chegou a Alvalade através da empresa ProEleven, tendo o Sporting ficado com 20 por cento dos direitos económicos do jogador colombiano (desconhecendo-se o proprietário dos restantes 10 por cento).
Ainda segundo o referido jornal, a empresa que intermediou o negócio de Montero para a China teve direito a uma comissão de 350 mil euros, o que equivale a exactamente cinco por cento dos sete milhões de euros, e que constam num quadro publicado no jornal Sporting com as comissões pagas pelo emblema de Alvalade a 18 de fevereiro.
Em sentido contrário, Barcos ingressou no Sporting, com o presidente do emblema leonino a garantir na sua conta pessoal do Facebook que o argentino tinha chegado a Alvalade a 'custo zero'. No entanto, e também no quadro de comissões publicado pelo jornal Sporting, o clube de Alvalade refere que pagou 80 mil euros de comissão para assinar com Barcos até junho de 2017, com mais duas épocas de opção.
Em declarações ao CM, Carlos Vieira, vice-presidente e responsável pelas contas da SAD leonina, afirmou que: "nada tenho a acrescentar, além daquilo que foi comunicado à CMVM e o que está escrito no jornal oficial do clube".

1 comentário:

  1. Esse João Santos e Soren, são de algum blog azul? Só curiosidade

    ResponderEliminar