ALGUNS TENTARAM DIVULGAR A VERDADE E FORAM SILENCIADOS.NÓS CHEGAMOS DISPOSTOS A DENUNCIAR, SEM MEDO,O NEPOTISMO,O TRÁFICO DE INFLUÊNCIAS, O MERCENARISMO E O TERRORISMO CORRUPTO QUE A COMUNICAÇÃO SOCIAL, EM ESPECIAL A DESPORTIVA, NÃO TEM A CORAGEM DE ASSUMIR.

DIVULGA www.pulpuscorruptus.blogspot.com EM PROL DA VERDADE E COMBATE À CORRUPÇÃO!

E-Mail: pulpuscorruptus69@gmail.com

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

(Nalgadas & Tal) A MÁFIA DA PALERMO PORTUGUESA (180)


Da Série, “Sportinguistas sem Palas”
O Lagarto Zé dos Tachos
Dei por mim a ver um excerto de um comentário de José Eduardo, que será tratado neste artigo apenas por "Zé", na Sporting TV sobre uma suposta "festa" feita por alguns árbitros aquando do terceiro golo do Vitória minhoto, há uns dias atrás....
Sendo mais curto do que grosso, e porque não me apetece falar muito no Zé, aqui ficam algumas considerações e questões:
O Zé já explicou porque o Sporting lhe pagou meio milhão de euros por um camião/cozinha?
O Zé, ao contrário do que "vende", teve alguma intervenção em alguma Assembleia Geral criticando a "geração Roquette"?
O Zé já disse quem é que o mandou falar sobre o Marco Silva? Porque não levou o Azevedo de Carvalho como sua testemunha?
O Zé já explicou porque é que o seu serviço nos bares de Alvalade é franquismo e um roubo?
O Zé já explicou como é que faz o pagamento aos vendedores dos "seus" produtos em dia de jogo?
O Zé enquanto jogador era um "cagão". Usava nos pulsos umas ligaduras ou pulsos elásticos, armado em campeão, sendo que a sua especialidade era "virar" adversários e partir pernas.
O Zé nunca passou de um fraco defesa direito. 
O Zé depois de se retirar, só serviu para o Sindicato, nada mais.
O Zé está para o futebol como a Maria Leal para a música.
O Zé sempre foi um vaidoso. O Zé sempre foi um arrogante. O Zé com o papelinho que andou a fazer no "processo Marco Silva" provou o que sempre foi. Uma merda de homem. O Zé tem tudo para acabar mal.

Como desmascarar a mentira do projecto de Bruno de Carvalho
Para eu aqui afirmar que o projecto de Bruno de Carvalho foi e revelou-se uma grande MENTIRA, é necessário relembrar o que foi prometido, e o que posteriormente foi cumprido. 
Relembrar o que foi prometido na área da comunicação e da relação com os sócios, na área financeira, e na área do futebol.

Este meu trabalho está dividido em 3 partes, em artigos já por mim publicados. Cada uma das partes contém cada vertente, e basta clicar no link a verde mais abaixo: 
  
Pode-se assim concluir, que Bruno de Carvalho, com um passado pouco ou nada conhecido, com um currículo muito, mas muito fraco; contou uma mentira para si próprio, e para todos os que gostam do Sporting.

Bruno de Carvalho alimentou-se da mentira e da falácia para chegar à sua cadeira de sonho. Tendo cometido o "pecado original", teria que continuar ao longo dos anos a alimentar-se da mentira e da falácia, tentando instalar no Sporting uma religião com regras muito próprias, em que ele é o Deus-Sol; numa tentativa de camuflar o seu "pecado". Ou seja, camuflar toda a sua hipocrisia e oportunismo.

E não há nada nem ninguém que se consiga basear na mentira. Pelo menos em sociedades e instituições civilizadas.
E creio que os sportinguistas vão muito a tempo de deixarem de compactuar com a mentira, com a falácia, com a hipocrisia, com o oportunismo, com a má-educação, com a demagogia, etc.

A não ser que se revejam no célebre "não me deixem cair". Declaração proferida por Bruno de Carvalho na Assembleia-Geral de Setembro de 2015.

E se não quisermos todos perceber que o Sporting nunca será livre e independente com o actual paradigma, no futuro, também não nos poderemos queixar. Por uma questão de uma verdadeira cultura de exigência e de orgulho próprio, isto não poderá continuar!

Porque o único projecto que Bruno de Carvalho tem para o Sporting, é o seu próprio projecto. E esse projecto passa por ir empurrando os problemas com a barriga, ou quanto muito... para os tribunais!

“Não me deixem cair”
Na Assembleia-Geral de 27 de Setembro de 2015, Bruno Azevedo de Carvalho presenteou o país com um espectáculo que mais parecia Stand up comedy (ou terá sido mesmo?).

Para a história ficaram as seguintes declarações:

"Agora, não me deixem cair... Porque eu caio de facto! Porque aquilo que o vosso presidente fez, foi destruir por completo, qualquer possibilidade de trabalho em Portugal. E por causa do Sporting. E por defender o Sporting. E por lutar pelo Sporting... E o presidente do Sporting, é pai, tem duas filhas... tem que sustentar a sua familia... E aquilo que eu fiz foi pôr o Sporting em primeiro lugar..."

Pouco depois ainda disse isto:

"Vocês vêem, para mim falar até é fácil, nem preciso de discursos... podia de facto ser o tipo mais popular e mediático de Portugal, mas optei por ser o presidente do Sporting Clube de Portugal!"

E ainda isto:

"O Sporting acha que pode ter no clube pessoas não-remuneradas!... Acham que isto deve ser tudo por amor e carinho... As pessoas têm a sua vida... E passam muito tempo no Sporting... e ainda têm que ler baboseiras de pessoas que costumam estar nestas Assembleias-Gerais... Que este é isto, que este é aquilo!... Se vocês querem melhorar o Sporting, não peçam às pessoas para vir cá trabalhar de borla. Isso não existe!"

Declarações que visavam justificar o seu aumento de ordenado de 5000€ para 10.500€ por mês. Por um lado fez-se de coitadinho, apelando aos sócios para que tivessem pena dele; por outro afirmou que podia ser o tipo mais popular e mediático de Portugal.
Isto, e é importante tomar nota, na Assembleia-Geral em que apresentou um lucro de 19 milhões de euros, quando posteriormente perdemos com a doyen em tribunal. Enfim, uma jogada de mestre!

Seria interessante perceber de onde veio Bruno de Carvalho. Por onde andou ele? O que fez? Que currículo possui?
Do pouco que se sabe, é que faliu meia-dúzia de projectos de pseudo-empresas.

Ao fazer umas pesquisas, encontrei aquela que provavelmente foi a última empresa de Bruno de Carvalho. A Soluções Atelier, que contava com um capital social de 5000€!!!
De facto, um gestor de topo!

Agora que chegou à sua cadeira de sonho, aufere anualmente 224 mil euros, com direito a... retroativos. E nós, e nós a sermos tratados como "carneiros"!

Que mais será preciso para que de uma vez por todas percebamos que Bruno de Carvalho gere o clube numa lógica de se reeleger, e não para servir o clube?

Será que na próxima Assembleia-Geral haverá de novo um aumento de ordenado? Consta que sim.
Mas quando não há vergonha...

A frase "o Sporting é nosso", nunca fez hoje tanto sentido.

Bruno Carvalho escusava era de mentir tanto!
Na pg 104 do R&C consolidado do Sporting Clube de Portugal 2012/13 as reservas dos auditores da PricewaterhouseCoopers dizem respeito a 300M€ de passivo escondido das contas do clube e 252,5M€ de prejuízos escondidos das contas do clube Sporting. 

Basicamente, os auditores estão a dizer que o Sporting "escondeu debaixo do tapete" 300M€ de Passivo e 252M€ de prejuízos!


É sabido que o Sporting apresentou mais de 577M€ de Passivo, em todas as suas Empresas, no último Relatório e Contas do Sporting Clube Portugal 2012/2013, conhecido publicamente relativo ao exercício económico que terminou a 30 de Junho de 2013, e que dizia respeito à altura em que Bruno de Carvalho entrou no Sporting, como Presidente do Sporting Clube Portugal.

Desde essa altura, o Passivo total de todas as empresas do Sporting Clube Portugal voltou a ficar "escondido" para o público em geral, apesar de o Sporting afirmar que é dos poucos que "apresenta" Contas Consolidadas. Isso é Falso! Neste momento, o Passivo+VMOC's da Sporting SAD está nos 249,3M€ + 127,9M€, e sabe-se isso porque são obrigados a apresentar essa informação na CMVM, ou seja as responsabilidades totais da Sporting SAD são de 377,2M€ (Passivo+VMOC's). O Problema é que a Sporting SGPS está "escondida"!

Com a reestruturação do Grupo Sporting, que aconteceu durante o mandato de Bruno de Carvalho, a Sporting Património e Marketing SA passou para a esfera da Sporting SAD (ver Link), mas poderão continuar a existir mais de 152M€ de Passivo na Sporting SGPS, que não terão sido pagos! Essa informação foi "escondida" por Bruno de Carvalho, e por isso não se sabe ao certo o Passivo actual da Sporting SGPS!

Se somarmos aos 377,2M€ de Passivo + VMOC's da Sporting SAD, os 152,7M€ que a Sporting SGPS poderá continuar a ter, é fácil de perceber que o Sporting neste momento poderá apresentar 529,9M€ de Passivo+VMOC's, em termos consolidados, no total de todas as Empresas do Grupo Sporting.

Para agravar a situação, o Activo de todas as Empresas do Sporting poderá ser inferior a 285M€, já que, por exemplo a Sporting SAD (incluindo neste momento a SPM - Sporting Património e Marketing) apenas tem 224,3M€ de Activo, informação apresentada este mês à CMVM (Ver link)!

Ou seja, o Sporting nas suas empresas, continua com um "buraco financeiro" superior a 245M€, já que tem de se considerar o ACTIVO TOTAL e o PASSIVO TOTAL + VMOC's de todas as Empresas do Grupo Sporting!

Considerando que o Activo de 59,7M€ que estava nas diversas Empresas de Promoção Imobiliária continua no Grupo Sporting, algo que se desconhece, já que as empresas foram dissolvidas (ver link), e considerando a existência do Passivo de 152,7M€ da Sporting SGPS, algo que também se desconhece, pode-se "estimar" que, o Sporting poderá ter os seguintes números:

ACTIVO (Todas as Empresas): 284,0M€
PASSIVO + VMOC's (Todas as Empresas): 529,9M€
"CAPITAL PRÓPRIO" (Todas as Empresas): - 245,9M€

Um dos poucos aspectos que Bruno de Carvalho conseguiu melhorar nestes 3 anos, está relacionado com os 20M€ que a Sporting SAD tinha em dívida para com o Angolano Álvaro Sobrinho (ver link), Passivo que foi convertido em Acções da Sporting SAD, e essa operação permitiu diminuir ligeiramente o Passivo Total das Empresas do Sporting, face a 2013, mas para que isso tivesse acontecido, o Angolano passou a ser "dono" de 29,9% da Sporting SAD!

Apesar desta última operação, o "Capital Próprio", considerando as responsabilidades com VMOC's, continua muito negativo!

O "Buraco Financeiro" continua a ser preocupante, e por isso é que Bruno de Carvalho (Presidente) e Carlos Vieira (Vice-Presidente para a área financeira) continuam a esconder as contas "consolidadas" do Sporting!

Ao contrário da Sporting SGPS, o Passivo da Benfica SGPS é de apenas 9 mil euros! Ou seja, no Benfica ninguém anda a "esconder" milhões de Passivo na SGPS, como acontece no Sporting!

E imagine-se ... todos os sócios do Benfica conseguem saber que a 30-06-2016 (Pág. 94 do Relatório e Contas CONSOLIDADO do Sport Lisboa e Benfica 2015/2016), o Benfica tem:

ACTIVO (Todas as Empresas): 491,4M€
PASSIVO (Todas as Empresas): 470,3M€
CAPITAL PRÓPRIO (Todas as Empresas): +21,1M€

Marco Silva Aguentou a Pressão
Foi a partir daqui que começaram as minhas divergências com Bruno de Carvalho. Pois não é admissível que um presidente tente enganar os seus associados tentando-os virar contra o então treinador, apenas por razões de ordem pessoal entre ambos.

Como a razão não estava do seu lado, naturalmente que teve que mandar alguém fazer o trabalho sujo. E durante a época José Eduardo fartou-se de espalhar veneno no jornal A Bola contra o então treinador em funções.

Depois sentiu a necessidade de processar sócios para tentar intimidar todos aqueles que o vinham a criticar!

Quando posteriormente vencemos a Taça de Portugal, a triste figura que Bruno de Carvalho protagonizou no relvado, abafou completamente os verdadeiros heróis dessa Taça: o treinador e os seus jogadores, que se uniram contra a tirania de um louco que ao longo da época fartou-se de disparar para dentro do próprio balneário!

Quem não se lembra do célebre texto no facebook a colocar em causa a dignidade e o profissionalismo dos jogadores, tentando-se pôr à margem da derrota?

O Marco Silva esteve excelente. Aguentou a pressão e levou a sua avante.

Agenda pessoal tem um histórico de empresas falidas, e que brevemente se prepara para aumentar o seu ordenado de 10.500€ para 20.000€, quando já no ano passado foi aumentado de 5000€ para 10.500€!

Na Assembleia-Geral em que pediu aos sócios para não o deixarem cair por razões pessoais e profissionais, em que apresentou um lucro de 19 milhões de euros... com dinheiro da Doyen!

Tu sim, é que não és digno de fazer parte desta grande história com mais de 110 anos de glória em todas as vertentes!!!

A Pinta do Babalu no Web Summit, tirada em 10 Segundos
Como não pude estar na Web Summit, pedi a este meu amigo que fosse assistir à conferência / entrevista com o Bruno Carvalho de ontem à tarde. Ele não liga nada a futebol, mal sabe quem é o Carvalho e é daqueles empreendedores / start-ups meio "geeks", mas até por isso fiquei curioso em relação à opinião dele sobre o personagem. Até lhe pedi para tirar umas notas para falarmos à noite.

Não fiquei nada surpreendido com o que ele me disse. Depois de quase me insultar por tê-lo feito perder tanto tempo, quando havia tantas conferências bem interessantes a ocorrer em simultâneo, lá me contou o que achou. 

Descreveu-me o Bruno Carvalho como um "pedante", que se auto-valoriza mostrando conhecimentos ou qualidades superiores aos que realmente dispõe. Tirou-lhe logo "a pinta", ele que está habituado a recrutar gente de alto nível. Evasivo nas respostas, monocórdico, com ar de frete, pouco empático, com um inglês razoável, mas com algumas "caneladas" básicas, deixou-se facilmente cair em contradições, acrescentou quase nada em termos de conhecimento da realidade do futebol e parecia estar apenas em campanha eleitoral.

Primeiro, parece que o Bruno Carvalho tem como objectivo num eventual segundo mandato (o eventual são palavras minhas porque nem lhe deve passar pela cabeça não ser reeleito) ganhar um título europeu. Este meu amigo perguntou-me se o Sporting já tinha sido campeão com este Presidente porque ele tinha ideia que tinha sido sempre o Benfica desde que ele lá chegou e, depois de eu confirmar, ele só se ria do outro lado da linha com tamanha bazófia e falta de noção. Parece que no 2º mandato virá apenas a Liga Europa (o que aliás esteve bem perto de acontecer até com Godinho Lopes) e que só nos seguintes virá a tão desejada Champions.

Depois a conversa passou pelo Jorge Mendes e o Carvalho, até ai na conversa muito crítico de fundos e de empresários, "meteu a viola no saco" e até tratou de o elogiar. Este meu amigo disse-me que o Carvalho tentou ainda passar a ideia de haver alguma cumplicidade / relação entre ele e o Ronaldo, coisa que muitos sabemos não corresponde à verdade.

Outro tema abordado foi o da sustentabilidade do negócio do futebol e ai o Bruno Carvalho falou da importância do futebol passar bons valores e exemplos. Com graça este meu amigo concluiu que afinal ele não se irá recandidatar, porque mesmo conhecendo-o pouco, quase só conhece as histórias pouco edificantes nomeadamente uma que se terá passado há pouco tempo (estaria a referir-se ao jogo com o Arouca) e porque percebeu que no palco (tirando o entrevistador) havia uma grande falta de nível / classe.

Depois o grande exemplo de gestão dado pelo Carvalho foi ter ido buscar o Jesus ao Benfica. Sabendo que o Benfica não quis renovar com Jesus e que até o tentou "impingir" a outros clubes não se percebe o enorme mérito. Confirmei ainda que houve um generoso aumento no ordenado e agora ainda mais depois de uma ano sem títulos e aí o meu amigo percebeu que se tratou apenas de mais um exemplo de bazófia de quem diz ter a "Champions de gestão". Quanto à história dos 2 dias que o Benfica teve para pensar dá-me ideia que isto só vai ajudar o Benfica no processo que tem contra Jesus.

Finalmente ele esteve mesmo quase a querer ir-se embora quando ouviu o Carvalho dizer que trabalhava 24 horas por dia e que era tudo por paixão ao clube. Este meu amigo, que percebeu logo que o Carvalho não deveria ter "onde cair morto" quando chegou ao Sporting (e é verdade), teve logo a certeza que ele estaria hoje a ganhar um ordenado acima do que ele alguma vez tenha ganho na vida (o que confirmei / fora o que não se sabe) e sentiu-se insultado pela conversa do muito trabalho, que é o que ele experimenta na pele com negócios de grande velocidade que exigem algumas directas, mas nunca na vida iria dizer que trabalha 24 horas por dia, até porque seria mentira (coisa que percebeu ser natural no Carvalho) e até uma estupidez, porque a vida não pode ser só trabalho.

Enfim, teve pena de mim por termos este personagem à frente de um clube que ele sabe que eu amo e que me deve fazer confusão ver lá uma pessoa que é em tudo o oposto do que eu acredito e admiro. Incentivou-me ainda a ajudar a arranjar uma alternativa para as tais eleições (que percebeu ser a grande obsessão do Carvalho) mas não deixou de antever que ele irá fazer tudo por tudo para se "agarrar ao lugar" até porque cá fora ninguém o contrataria a começar pelo meu amigo. Com a "lata" que o Carvalho demonstrou nesta entrevista este meu amigo reconhece que ele conseguirá arrastar muitos mais ingénuos / irracionais e que era preciso alguém que o desmascare (coisa que temos feito há muito tempo aqui no Camarote Leonino). 

Já me ia esquecendo não faltaram umas indirectas de mau gosto relacionadas com o Benfica a propósito de nada e zero ideias sobre inovação que era o que a maioria dos participantes esperava ouvir.

Curiosas ainda foram as reacções gerais de outros participantes com quem este meu amigo falou no fim (para me ajudar neste post) e vários referiram ter sido a pior conferência da Web Summit, alguns inclusivamente a comparar com outras que tinham lá visto sobre o futebol nomeadamente de jogadores de futebol (Figo e Ronaldinho) e pessoas ligadas ao Benfica (julgo que Domingos Soares Oliveira, Nuno Gomes e Rui Costa) que mostraram um nível, conhecimento e qualidade muito maior. O que não me admira porque se tratam de pessoas criadas no futebol ou gestores com provas dadas fora do desporto. É esta a mistura que queremos na equipa que espero possa enfrentar Bruno Carvalho nas próximas eleições (agora sou eu que estou a ficar obcecado com as mesmas!)

Comentário ao texto de uma adepta sportinguista:

“”.Análise bem feita e escrita e num tom que não seria o do sujeito se calha a apanhar a pessoa que o teceu.

O meu amigo que me contou exactamente a mesma coisa mas começou com - que para mim se tornou fatídico - "O Teu Presidente" e a partir daí foi isso mas em tons bem menos delicados e simpáticos.

Ele disse que BdC foi inchando inchando e depois já não media nem o que dizia nem as graçolas que fazia achando que estava em casa dele e que todos eram amigos de infância. Não estavam e não eram.

Disse que era boçal e mesmo na boçalidade não conseguiu concretizar um único pensamento que começara - como na ocasião em que falou sobre as filhas e o estado do futebol - mas depois não deu em nada e nem conseguiu seguir uma linha de raciocínio.

Mas pronto lá teve o homenzinho mais tempo de antena - apesar de que só prestou atenção quem tinha a vontade mórbida de o ver afundar na sua própria soberba e boçalidade - e durante 3 dias não houve asneiradas, ordinarices e patetices públicas.

O meu amigo sabendo que não gosto do filme diz que a BdC lhe fez lembrar a cena da Bridget Jones em que ela vai a uma festa vestida de coelhinha da Playboy”.

A Revolta dos Talheres
Não há volta a dar. O Sporting entrou em ‘modo’ campanha eleitoral e Bruno de Carvalho pica todos os dias os diferentes sectores da oposição na tentativa de que saltem os candidatos. Ele precisa de citar nomes na praça pública como do pão para a boca. Entretanto, uma consulta ao Facebook presidencial permite conhecer o último contributo para o enriquecimento do seu vocabulário: “cães de fila do Benfica”, “falsos messias”, “mitos de pau carunchoso”, “híbridos cobardes da toca”, “manipuladores de serviço”, “ratos do porão”… Nem os talheres de plástico se livraram de uma reprimenda pública em Leiria.

Na verdade, um acto eleitoral deveria ser tão normal como o ar que se respira. Num Clube democrático seria saudado como um momento necessário de confronto de propostas e de projectos. Mas, para Bruno de Carvalho é uma arma de arremesso que coloca a conversa no nível mais rasteiro que se pode imaginar. Anunciou a sua recandidatura em Março de 2015 e está obcecado com a possibilidade do contexto leonino lhe ser desfavorável. Fala de forma colérica porque procura intimidar algum candidato que pondere aparecer. Promete um título europeu nas calendas gregas porque receia falhar agora o título nacional. Acusa os outros de serem interesseiros para que não se recorde que ele próprio é assalariado do Clube. Foge de justificar as contratações falhadas de jogadores porque nunca assume as responsabilidades. Vitimiza-se com frequência porque sabe-se incapaz de liderar. Participa em manobras de diversão com dirigentes de outros clubes para que não se fale dos problemas internos do Sporting. Contratou um louva-a-deus para a comunicação porque viciou-se em propaganda.

Bruno de Carvalho fez uma leitura apressada de Maquiavel e aplicou a si próprio o princípio de que “todos vêem o que o príncipe aparenta ser. Poucos percebem aquilo que és.” Ainda não há convocatória para a Assembleia Geral Eleitoral, nem a fixação de prazos para apresentação de listas, e onde deveria haver ponderação ouvem-se injúrias. O actual presidente preocupa-se seriamente que os sportinguistas percebam o que é que ele realmente vale e que façam a sério uma rebelião dos talheres. Nesse caso, nenhuma reprimenda pública o salvaria.


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

( Cuspo de Carvalho na Berlinda ) A MÁFIA DA PALERMO PORTUGUESA (179)